conteúdo do menu
conteúdo principal

NOTÍCIAS

09/07/2018

Bibliotecas no interior de ônibus no transporte coletivo urbano foi tema de Projeto aprovado

De autoria da vereadora Patrícia Camassola Tomé (MDB), o Projeto de Lei visa instituir bibliotecas no interior de ônibus do transporte coletivo urbano no município.

COMPARTILHAR NOTÍCIA

A estante de uso coletivo dentro dos ônibus que circulam dentro do município deve conter os livros à disposição dos usuários do transporte de forma gratuita, sendo vedada qualquer cobrança.

O acervo, segundo o Pl, deverá conter: Livros cujo tema verse a literatura regional e/ou nacional; livros cujo tema seja sobre literatura de conteúdo adulto, revistas e informativos de grande circulação local e nacional e gibis e diversos livros destinados ao público infantil.

Os livros que farão parte da estante de uso coletivo devem ser adquiridos através de campanhas e/ou doações empreendidas por escritores, livrarias, população em geral ou biblioteca local, sem custo algum para a administração municipal. Além disso, é expressamente vedada a disposição nos estantes livros, revistas e periódicos que abordem ou contenham imagens pornográficas, lascivas ou que contenham literatura com nítido apelo sexual.

A vereadora Patrícia, em sua justificativa, baseia-se na terceira e quarta edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, desenvolvidas pelo Instituto Pró-Livro, a qual demonstrou que em 2011, mais de 150 milhões de brasileiros não compraram um único livro nos três meses que antecederam a pesquisa e que 99 milhões jamais adquiram um exemplar. A iniciativa deste Projeto veio inspirada de outros municípios que também possuem o objetivo de divulgar o hábito da leitura.

Com o intuito de possibilitar a livre circulação de ideias e o acesso à cultura, a Lei oferece a oportunidade de aprimorar o hábito da leitura entre os cidadãos que transitam todos os dias pelo município.