conteúdo do menu
conteúdo principal

NOTÍCIAS

24/10/2018

Segurança Pública é pauta da reunião dos presidentes de Câmara da Serra

Parlamento Regional solicitará que policiais militares recém-formados permanecem na Serra.

COMPARTILHAR NOTÍCIA

Os altos índices de criminalidade que vem assustando os moradores da Serra Gaúcha foi pauta do encontro entre os Presidentes do Legislativo que compõem o Parlamento Regional nesta terça-feira, 23, na Câmara de Nova Roma do Sul. Segundo o chefe da CRPO Serra, coronel Ricardo Fraga Cardoso, até o momento, já são 224 homicídios na Serra e, destes, 68% estão diretamente ligados ao tráfico de drogas. Ainda, segundo Fraga, em novembro deste ano, 90 novos policiais devem iniciar curso de formação em Caxias do Sul e tem a previsão de formatura para julho de 2019. Em todo o Estado, serão 2 mil novos brigadianos formados.

Diante do exposto apresentado pelo chefe da CRPO Serra, comandantes dos batalhões e grupos rodoviários da Brigada Militar, os presidentes presentes na reunião decidiram encaminhar documento ao Governo do Estado, solicitando que os policiais formados em julho permaneçam atuando nos municípios da Serra Gaúcha.

Entre as reivindicações feitas pelos servidores da Brigada Militar, está a defasagem de 50% no número de servidores, a necessidade de mudanças na legislação penal e o apoio político. Sobre essa temática, também ficou acordado que o Parlamento Regional enviará manifesto à Presidência da República e ao Congresso.

Outra temática abordada pelo grupo foi o cercamento eletrônico, que consiste num sistema de câmeras que faz a leitura das placas dos veículos que cruzam pelos acessos dos municípios da Serra. Grande parte das cidades que participam do Parlamento Regional possuem as câmeras de segurança já adquiridas via Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha (Cisga), mas ainda em fases iniciais de implantação. Segundo a Brigada Militar, é preciso investir, além disso, em sistemas de videomonitoramento.

O apoio aos brigadianos é fundamental. Segundo o Major da 36° BPM, Juliano Amaral um dos fatores da grande defasagem de policiais nas ruas dos municípios da Serra é o baixo salário. “ Nova Roma do Sul é o único município que ainda auxilia os BM’S através do auxílio moradia. Ele deve ser regulamentado em todos os municípios para incentivar os policiais a virem para a Serra”. O auxílio nada mais é do que um valor repassado mensalmente para custeio de vida dos policiais.

A abertura da reunião foi feita pelo vereador Moisés Scussel (PSDB) e após a vereadora de São Marcos Patrícia Camassola Tomé (MDB) comandou os trabalhos da reunião, já que a mesma foi solicitada no período em que estava como presidente em exercício do Parlamento Regional.

O próximo encontro dos líderes do Legislativo acontece no dia 14 de novembro, às 14h na Câmara de Nova Bassano.