conteúdo do menu
conteúdo principal

NOTÍCIAS

14/03/2019

Secretaria de Saúde lança campanha #SãoMarcoscontraAedes

Campanha Municipal visa engajar a comunidade nas atividades de prevenção contra o mosquito transmissor da Dengue.

COMPARTILHAR NOTÍCIA

A Campanha Municipal #saomarcoscontraaedes, é uma iniciativa da Secretaria de Saúde para intensificar ações de prevenção contra o Aedes aegypt e mostrar para a comunidade a importância que simples ações preventivas têm no combate ao mosquito.

Há cerca de um mês São Marcos recebeu a notificação de município infestado pelo Aedes aegypt. Desde então, as vistorias realizadas pela Vigilância Ambiental foram intensificadas, mas a colaboração dos munícipes também é essencial para que bons resultados sejam alcançados. O município deixará de ser considerado infestado após ficar por 12 meses consecutivos sem encontrar larvas positivas para o mosquito.

 “A Vigilância é responsável por fiscalizar, mas a população deve ter consciência de que é de sua responsabilidade colaborar para que não existam focos do mosquito na sua propriedade.”, comenta a Coordenadora da Vigilância Ambiental, Daiane Alves, sobre a necessidade de que a população tenha por hábito manter suas residências livres de possíveis criadouros do Aedes.

Para divulgar a campanha e manter a população engajada nesta causa, cartazes com o selo “estabelecimento parceiro do Programa Municipal” estão sendo entregues aos estabelecimentos comerciais e industriais que mantêm seu ambiente de trabalho revisado e sem possíveis criadouros. Nos prédios públicos, foram determinados funcionários para realizar revisões semanais.

Nos meios de comunicação da Prefeitura serão divulgadas dicas de prevenção, para evitar que existam focos do mosquito nas residências.

Denúncias de focos existentes também são muito importantes e podem ser feitas pelo telefone 3291-6428 ou pelo chat da página da Prefeitura no Facebook (acesse) . Ao receber as denúncias, a equipe da Vigilância Ambiental vai até o local informado e, muitas vezes, evita o surgimento de um foco do mosquito ou interrompe o ciclo.

“A meta da Vigilância é vistoriar 100% das residências e, para isso, há um cronograma. As denúncias são importantes pois incluímos o local indicado no cronograma de forma imediata, tornando nossas ações mais eficientes, fiscalizando onde há uma possibilidade real de foco e presença do Aedes”, comenta a Coordenadora. 

Em fevereiro, de acordo com a Vigilância Ambiental do município, as denúncias aumentaram. Devido à essa demanda crescente será disponibilizado, dentro de alguns dias, um canal de denúncias também no site da Prefeitura, para facilitar ainda mais a comunicação da população com a Vigilância.  

Fonte: Ascom Prefeitura de São Marcos